30 de dezembro de 2014

Não desista

"É proibido desistir. Respira fundo e continua." 

Essa frase virou um dos meu mantras, e infelizmente também não sei se ela tem um autor específico (peguei de um twitter dedicado a Clarice Lispector, mas como tantas frases hoje são atribuídas a ela e nem todas são de fato, melhor não arriscar). Várias vezes eu pensei em desistir de lutar contra a dor e deixar que ela me consumisse aos poucos. É mais fácil. Resistir é difícil, consome tempo e paciência. Mas o resultado é imensamente melhor do que simplesmente desistir de você mesmo(a). E hoje fico orgulhosa por saber que continuei lutando. Não estou cem por cento curada, e meu coração tem uma cicatriz muito feia. Mas aceitei a dor como uma companheira extremamente irritante, mas que eu tenho que conviver. E quando eu parei de dar mais atenção do que ela merecia, ela ficou mais quietinha, só incomodando de vez em quando.
E é assim que tem que ser. A gente segue em frente levando na bagagem todas as alegrias e todas as dores que a vida nos dá. Só que é proibido deixar que as segundas falem mais alto que as primeiras.



Nenhum comentário:

Postar um comentário