24 de janeiro de 2015

Não espere pelo final

"Tem gente que eu tenho vontade de perguntar: você é só isso mesmo ou está guardando o melhor para o final?" - Matheus Rocha

Essa pergunta entra para a minha lista de coisas que eu morro de vontade de falar para algumas pessoas. Nesse caso, especificamente para pessoas que se contentam com o básico do básico que a vida tem a oferecer, sem nunca se encantar por nada, rir com muita dificuldade, passar mais tempo reclamando sobre aquilo que não tem do que aproveitando aquilo que se tem, nunca lutando por nada, esforçando-se por nada, nunca sonhando por algo melhor. Gente vazia, sabe? E entendam, isso não tem nada a ver com ter uma vida extraordinária, aproveitando cada dia como se fosse o último, fazendo tudo aquilo que se tem vontade. Afinal, quem tem energia para tudo isso, certo? Mas porque não tentar tirar o máximo daquilo que a vida nos oferece? Ter paixões, objetivos, diversões, e talvez até tentar coisas diferentes, que te tirem da rotina. Viver de verdade, e não apenas ver os acontecimentos passando de forma conformada. Cultivar seu próprio brilho, diferente dos outros. Fazer diferença na vida das pessoas que você ama. Enfim, dar sempre o seu melhor para a vida, sem esperar pelo final, porque ai pode ser tarde demais.

4 comentários:

  1. Sabe que eu penso a mesma coisa. Sei lá, acho que as pessoas seriam mais felizes se, ao invés de reclamar, soubessem aproveitar aquilo que já se tem. Tenta aproveitar tudo ao máximo, sabe?

    http://blogdocmedeiros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato! Acho que é sim uma tarefa difícil porque temos a tendência de sempre querer mais, mas não é impossível tentar ser feliz também com o que a vida já nos deu! :D

      Excluir
  2. Me identifiquei demais com o seu texto. criei um blog a pouco tempo, caso se interresse https://verbalizarse.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, que ótimo!! Claro que vou visitar o seu! :D

      Excluir