1 de março de 2015

Homenagem aos livros

"Há livros que lemos várias vezes, livros que passam a fazer parte dos acessórios da nossa mente e alteram nossa atitude em relação a vida." - George Owell
Desde que eu me conheço por gente sou apaixonada por livros e pela capacidade que esses objetos tem de nos levar para novos lugares e para novas aventuras, além de conseguirem despertar o poder da nossa imaginação e muitas vezes nos ajudar a dar uma escapada da nossa vida cotidiana. Quando eu era criança, costumava fingir que era uma personagem dos meus livros favoritos, onde eu tinha uma vida paralela a minha de verdade. E era maravilhoso. Quando fiquei mais velha, meus livros passaram a me ensinar coisas que eu de fato usaria para a minha vida. Eles me ajudaram a amadurecer. Por isso, hoje, decidi fazer uma homenagem a eles que tanto ajudaram, salvaram e mudaram a vida de muitas pessoas. Vou escrever aqui quatro livros que de alguma forma tiveram um impacto na minha vida (só 4 porque se eu escrevesse todos, vocês ficariam dias lendo esse post). Vamos lá? 

1) Harry Potter e a Pedra Filosofal
Ok, sou uma viciada em Harry Potter e ele não podia faltar nessa lista. Mas esse livro especificadamente marcou a minha entrada no mundo dos livros "sérios", ou, como eu costumava falar, livros "só de textos, sem fotos". Ou seja, foi quando eu parei de ter a ajuda de imagens e passei a imaginar por conta própria os cenários, personagens e acontecimentos da história enquanto eu lia. E, a partir dai, quando eu descobri que tinha a capacidade de imaginar o que eu quisesse, meu vicio por livros se consolidou. Tudo graças a J.K.Rowling. 

2) O Diário da Princesa
Admiro a autora Meg Cabot porque ela é a pessoa com a escrita mais leve que eu conheço. Só o primeiro livro da coleção "O Diário da Princesa" eu li umas três vezes. E ele foi importante pra mim porque desde pequena eu gosto da ideia de ser uma princesa, usar vestidos, coroa, andar de carruagem, casar com um príncipe, essas coisas. Mas a Mia me ensinou que, para ser uma princesa, não basta estar sempre arrumada e agir de forma delicada, mas sim ser corajosa, bondosa, carinhosa e disposta a ajudar quem precisa.

3) A Culpa é das Estrelas
Pode parecer clichê, mas esse livro realmente mudou a minha vida. Ele me ensinou primeiro que devemos valorizar ao máximo nossa saúde enquanto temos, porque nunca se sabe quando vamos ficar doentes e não vai ter cura. Me ensinou que a gente também tem que valorizar as pessoas enquanto elas ainda estão do nosso lado. E, o mais importante, me ensinou que, independente das coisas ruins que acontecem na nossa vida, nós podemos continuar vivendo mesmo com a dor e tentar ser felizes o máximo possível.


4) Arroz de Palma
O último e menos conhecido livro da minha lista foi aquele típico livro que acabamos julgando pela capa e achando que não vale a pena ser lido. Mas não só valeu muito a pena, como me ensinou coisas que eu vou levar pro resto da vida, como: tudo o que o corpo coloca pra fora é sinal de purificação. Logo, quando choramos, estamos colocando pra fora o que não nos faz bem e nos purificando. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário