19 de maio de 2015

Chega de maldade


Recentemente, me toquei de uma coisa: perdi a paciência com gente que vê maldade em tudo. Pessoas que conseguem encontrar uma ofensa em um simples comentário. Pessoas que não sabem aceitar brincadeiras. Pessoas que acham que são donas da razão e que nenhuma outra opinião, interpretação ou ideia são válidas, a não ser as delas. E ai de você discordar. Mas elas sim, podem discordar de tudo. E fazem isso com ódio na voz, mesmo que esteja escondido. E é exatamente isso que eu não aguento mais: pessoas que combatem ódio com mais ódio. Gente que tem consciência do desastre que o nosso mundo se encontra e, ao invés de tentar concerta-lo, só injetam mais raiva, impaciência, desprezo, intolerância. Pessoas que não são capazes de ignorar comentários maldosos, pros quais todo mundo é alvo uma vez na vida, e tentam combate-los com mais maldade ainda, protegidos pelo discurso de que estão tentando se defender. Nessa, acabam se rebaixando ao nível daqueles que foram maldosos em primeira mão. Nessa de tentar se defender do "mundo injusto e cruel", só contribuem para que ele fique mais injusto e mais cruel. Anota ai: injustiça e crueldade se combatem com paciência e bondade, porque ódio cria mais ódio, e nenhum sentimento faz mais mal para a alma do que esse. Quer tornar o mundo um lugar melhor? Aprenda a respeitar os outros, independente do quão cruéis esses outros possam ser. E se você já encontrou alguma maldade nesse texto, achando que estou dando uma indireta pra alguém: meu (minha) amigo (a), vá pro começo e releia tudo de novo. Chega de procurar maldade onde não existe, ok? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário