10 de maio de 2015

Feliz dia das mães!




Uma das minhas músicas preferidas fala o seguinte: "não há no mundo ninguém que não precise de uma mãe". De fato, todos nós precisamos daquela pessoa que sempre sabe onde nossas coisas estão, que com um olhar sabe o que está se passando na nossa cabeça, que sabe exatamente o que precisamos para nos sentirmos melhor. Mãe sabe. Mãe conhece. Conhece seu filho, suas manias, defeitos, qualidades. Conhece seu coração e seus pensamentos.
Todos nós precisamos das nossas mães, como sabiamente disse Martha Medeiros, porque o mundo não é maternal. O mundo não vai cuidar de nós como elas, não vai se importar se estamos com frio, com fome, com medo. A gente precisa de alguém que, não importa o que aconteça, sempre vai nos amar e nos proteger. Todos nós precisamos de um porto seguro no meio desse mar inquieto e perigoso chamado vida. 
E mãe não é uma pessoa necessariamente do sexo feminino. Não tem necessariamente o mesmo sangue, não precisa ser muito nova ou muito velha. Pai também é mãe, avó também é mãe, madrasta, tia, mãe de coração. Quem tiver o tão precioso "instinto maternal", também é mãe. 
A minha mãe é a pessoa mais delicada que eu conheço. Ela está sempre linda, sempre sorrindo, e é a personificação daquela famosa expressão: nunca deixa a coroa cair. É uma verdadeira rainha. Minha mãe coordena tudo o que acontece em casa, organiza tudo, cuida de tudo. Ela tem três filhos e nunca deixa que falte amor pra nenhum deles. Minha mãe sabe lidar com crianças, mais do que qualquer pessoa que eu conheça; não é a toa que é pediatra. Ela tem a sensibilidade que precisa pra conquista-las. Ela tem o carisma que conquista todo mundo. Ela cuida de mim, me aconselha, me ensina, me ama e me enche de carinho. Minha mãe também tem defeitos, também comete erros. Mas ela é, pra mim, o anjo mais lindo que Deus colocou na minha vida. Meu maior presente. E eu só tenho a agradecer. 
Feliz dia das mães pra todas as mamães que existem. E um especial feliz dia das mães pra mulher que me deu a vida e que me ama mais do que qualquer pessoa. Eu te amo muito.

"Mãe é de outro mundo. É emocionalmente incorreta: exclusivista, parcial, metida, brigona, insistente, dramática, chega a ser até corruptível se oferecermos em troca alguma atenção. Sofre no lugar da gente, se preocupa com os detalhes e tenta adivinhar todas as nossas vontades, enquanto que o mundo propriamente dito exige eficiência máxima, seleciona os mais bem-dotados e cobra caro pelo seu tempo. Mãe é de graça."
- Martha Medeiros, O mundo não é maternal

Um comentário:

  1. Que lindo.
    Eu consegui sentir a sinceridade em todas as suas palavras ♥

    ResponderExcluir