30 de maio de 2015

Sobre como a vida dá voltas


Ontem, fiz a seguinte reflexão: "há exato um ano, eu estava vivendo um dos piores dias da minha vida. Hoje, passei por um dos melhores."
É engraçado essa coisa da vida: um dia, quando a gente menos espera, superamos a coisa que mais nos machucava no passado. Pessoas que nós pensávamos que jamais conseguiríamos viver sem, tornam-se meras lembranças de um tempo que não volta mais. Um sentimento único que pensávamos jamais conseguir sentir de novo, volta com um brilho diferente, mas igualmente forte. 
Em um ano, muita coisa muda, mas do que imaginamos. A nossa essência permanece, mas não somos mais os mesmos. Ficamos mais maduros, mais corajosos, mais abertos a novas experiências. Isso, claro, se conseguimos tornar tudo aquilo que nos machucou nesse um ano em coisas boas, e usar tudo aquilo que nos fez muito bem como motivação para seguir em frente.
Sim, eu passei por uma fase muito difícil. Mas hoje, tenho a sorte de poder dizer que passou. Essa fase deixou cicatrizes? Claro, umas mais profundas que outras. Mas não tenho pressa mais em me curar completamente. Tudo a seu tempo. 
A grande questão é: encontrei as forças que eu precisava para seguir em frente. E hoje, eu brindo a isso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário