6 de julho de 2015

A bagunça que habita em mim - Júlia Groppo


Sabe uma coisa engraçada sobre a vida: a gente se perde a todo momento, no intuito de nos encontrarmos. Quantas vezes já não me vi perdida em minhas escolhas e pensamentos e, no fim, acabei por me encontrar mais uma vez; aí que ta, é na nossa bagunça que a gente se acha, é em meio a reflexões aqui e ali que moldamos a nossa forma de enxergar a vida. Sou do tipo que cria as próprias confusões e, geralmente, me perco no meio delas. Durante toda essa loucura, me vejo muitas vezes confusa e solitária, me afastando da Júlia de sempre, mas no final, quando descubro mais uma coisa linda sobre a vida, percebo que, na verdade, perdi minha cabeça como uma forma de me encontrar em mim mesma, me aproximando novamente de quem eu sou e dos sonhos que tenho pra mim. É comum se perder, seja no meio de uma conta, numa cidade diferente ou na vida; principalmente na vida. Se me perder fosse um problema, certamente eu teria vários para resolver rs. Mas não, prefiro enxergar isso como uma forma de encontrar, sem querer, as respostas para tantas perguntas, as quais me faço todos os dias. Me perco na vida pra me achar na alma. Pode ser perigoso, já que nunca sei para onde estou me levando, mas o que é viver senão caminhar, sempre em frente, sem saber para onde estamos indo? Da medo, né? Mas o conforto está no fato de que, seja lá o que for, quando nos encontrarmos novamente, teremos então as respostas que tanto procurávamos. Perca-se e, então, encontre novamente quem você realmente é. 

Estarei aqui no Reino das palavras semanalmente, compartilhando com vocês um pouco dessa minha forma diferente de compreender o que é a vida. Espero que gostem e que, de alguma forma, vocês se encontrem também. 

E aí, quem vem comigo? 
Ju.


2 comentários:

  1. Que texto lindo.
    Adorei a forma como você descreveu esse sentimento.
    Eu me sinto da mesma forma e você conseguiu expor direitinho como é.
    Dá realmente um medo, a gente sente como se fosse fazer besteira, mas depois que a gente se encontra, é como se soubéssemos todas as respostas que precisamos.
    Sempre me identifico com o que você escreve.
    Beijo ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nayandra! :) Aqui é a Ju, nova colaboradora do blog da Ana Luisa. Fico muito feliz que tenha se identificado com meu texto!!! Esse é um dos sentimentos mais comuns que convivem com nós, todos os dias; o importante é nunca perder a vontade de continuar caminhando, sempre em frente, é dessa forma que vamos nos encontrar de verdade.
      Aos finais de semana estarei publicando mais textos por aqui.

      Com amor

      Ju.

      Excluir