1 de agosto de 2015

Fases - por Júlia Groppo


Fases. Já passei por tantas, que nem sei. Existem aquelas obrigatórias à nossa existência, como a infância, juventude, vida adulta e a velhice; também existem aquelas, as quais criamos dentro de nós mesmos, as quais ‘’ cada um têm as suas’’, as quais mergulhamos por um tempo e saímos de lá com uma nova perspectiva da vida e sempre – sim, sempre – com um aprendizado. Fases. Têm as do vestibular, as da lua e também as dos jogos de videogame. Fases. Têm as minhas, as suas, as nossas e as do outro. Fases. Tem quem passe ileso, tem quem seja transformado e tem também quem não se entrega à nenhuma delas. Dessas pessoas eu tenho pena. O que é a vida senão um conjunto de fases que te formam, transformam, bagunçam, desenvolvem o teu espírito e te trazem algo melhor? Fases. Passei por muitas, estou passando por uma agora mesmo e sei que vou passar por mais tantas e não, não tenho medo algum de vivê-las. Se está doendo, é porque vai passar. Se está tudo bem, pode esperar, que logo vem mais um novo desafio para encarar.

É só uma fase, meu caro. Fases. Viva a sua.

Ju.

Nenhum comentário:

Postar um comentário