24 de agosto de 2015

Vamos falar sobre amor?


Calma, não se preocupe: esse texto não vai ser mais um daqueles que, se você espremer, sai corações e açúcar (pelo menos vou tentar, prometo). Mas existe uma certa pessoinha para quem a muito tempo eu estava devendo um texto aqui. E já que eu vou falar de amor, porque não aproveitar e compartilhar algumas coisas que eu aprendi?
"Amar é dar o poder para que uma pessoa te destrua, mas confiar que ela não vai fazer isso." Lembra dessa definição? Escrevi esse post sobre ela. Amar é ter coragem. Também escrevi sobre isso nesse post. Ambos falam de coisas que eu aprendi ao longo da minha vida. Mas ano passado conheci alguém que me ensinou que existe tantas coisas para aprender sobre o amor que eu nem imaginava. Entre elas:
Amar é achar a pessoa linda mesmo quando ela te manda um vídeo inchada e usando óculos. É você ir atrás dela mesmo quando ela é grossa com você sem motivo nenhum porque sabe que ela precisa de alguém por perto para não surtar; é quando você não esconde nada dela, porque sabe que ela merece a verdade sempre; consequentemente, é confiar em contar notícias ruins sabendo que ela vai entender. Amar é saber respeitar as diferenças e os defeitos. É saber mostrar para a outra pessoa que ela errou sem jogar na cara, apenas ensinando uma forma de ela ser melhor. Amar exige paciência (comigo então, ciumenta e manhosa, nem se fale). Exige que você entenda que às vezes a pessoa não está muito legal e não vai ser tão carinhosa como nos outros dias; mas ela te ama do mesmo jeito. Amar é cuidar, mesmo que isso exija tempo integral durante uma fase difícil. Mas também é saber ficar muito feliz quando a pessoa está bem e comemorar junto com ela cada pequena vitória.
Eu poderia ficar completando essa lista pra sempre, mas vamos dizer o seguinte: amar é descobrir a cada dia do lado da pessoa uma nova definição. E eu ainda tenho muitas descobertas para fazer, e espero que todas elas sejam do seu lado.
P.S.: Eu te amo. 

2 comentários:

  1. "[...]é quando você não esconde nada dela, porque sabe que ela merece a verdade sempre;" Uma das mais nobres definições sobre o amor.
    Eu já senti e toda essas várias definições que você disse foram verdades também pra mim. Meu relacionamento acabou há mais de um ano e não faz muito tempo que eu consegui superar a ausência. Se eu ainda amo? Não sei. Vai que ele adormeceu, mas ainda está aqui. Vai que acabou. A gente nunca sabe tudo sobre o amor né? Eu gostaria de saber tudo. Mas o pouco que eu sei, se compara a boa parte disso que você falou. E mesmo não tendo mais em meus braços, fico feliz em ter a lembrança de já tê-lo vivido, eu tive sorte.
    Estou feliz por você, Ana. Por estar desfrutando desse sentimento que é tão lindo. Que dure muito tempo e que você seja muito feliz! ♥

    Nay,
    Último Biscoito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nay, eu sei exatamente como é você demorar pra superar a ausência de alguém, mas chega um momento em que você menos espera e percebe que não sente mais o que sentia antes! É a lei da vida, o ser humano se adapta a tudo, até mesmo à ausência...
      E tenho certeza de que logo logo o amor estará batendo a porta do seu coração de novo. Foi assim comigo! A gente nunca está livre desse danado...
      Obrigada pelo comentário sempre lindo! Você é uma inspiração pra mim ♥

      Excluir