14 de setembro de 2015

Um brinde!


Existe um texto da minha amada Martha Medeiros chamado "Le champagne". Nele, ela fala que deveríamos brindar cada pequena vitória do nosso dia a dia. "Se não puder ser champanhe, que seja água, cerveja, Mirinda, qualquer coisa que dê a você a sensação de estar comemorando o fato de estar vivo. Mesmo os dias de ressaca merecem um brinde silencioso, pois sofrer também é sintoma de que o coração está batendo."

Então, peguem suas taças e vamos lá. Segunda-feira passou e não foi tão ruim quanto você pensava. Uma pessoa elogiou seu cabelo, sua roupa ou um texto que você escreveu. Você se desentendeu com sua amiga, mas ela veio conversar e vocês se resolveram. Você queria brigar com seu namorado(a), mas achou que não valia a pena. Conseguiu ignorar um comentário maldoso. Saiu da cama, mesmo com tantos desafios para enfrentar no dia. Aquela prova horrível passou. O dia difícil acabou. Ganhou um mimo da sua mãe. Ganhou um abraço. Assistiu um vídeo ou filme que te fez chorar de tanto rir. Conseguiu prestar atenção em uma aula inteirinha e sentiu que realmente aprendeu algo. Acabou um livro, e outro novinho está a sua espera. Tirou uma ótima nota em um trabalho. Dormiu a tarde. Colocou uma música e cantou sozinho no carro, sem se importar com sua falta de talento. Sexta chegou. Final de semana promete: festa, cinema, descanso, pijama, filmes, adiantar tarefas.


Estamos vivos. Nossos corações estão batendo, dançando em nossos peitos como se comemorassem esse simples fato. Taças para o alto, meus queridos: hoje, vamos celebrar a vida. Tim-tim. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário