2 de novembro de 2015

Fala logo!

Geralmente, as minhas melhores ideias para textos do blog vem de conversas aleatórias, que depois eu paro para refletir e decido compartilhar. O tópico de hoje: amizade. Mais especificadamente: como hoje em dia é difícil a gente confiar nas pessoas para dizer o que estamos sentindo.

Nesse caso, estou falando de sentimentos ruins. Quando ficamos chateados com alguém, seja um amigo, seja um namorado(a), nossas reações são basicamente duas: ou escondemos e fingimos que nada aconteceu, ou fazemos um drama de novela mexicana até finalmente contarmos o motivo da chateação. A gente complica tudo. Não deveria ser fácil contar para alguém que confiamos nossos sentimentos, sejam eles bons ou ruins?

Eu sei que é praticamente impossível uma pessoa ser tão sincera a ponto de conseguir chegar na cara de um amigo e falar: eu estou chateado com você. Eu sei, a gente gosta que ele perceba, que ele venha atrás e prove que se importa. Acho válido; afinal, todo mundo precisa de uma prova de amor de vez em quando. Mas não desgaste sua amizade, ou mesmo seu namoro, enrolando uma vida para contar o que aconteceu. Conte e pronto. Se houver compreensão e respeito, não tem como vocês não se resolverem.


A vida já é complicada o bastante. Descomplique sempre que puder. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário