5 de fevereiro de 2016

Não tenha medo de errar

"It's impossible to live without failing at something, unless you live so cautiously that you might as well not have lived at all - in which case, you fail by default." - J.K. Rowling

Não é fácil ser uma pessoa que é tão dura consigo mesma. Digo isso por experiência própria. Nós nos cobramos o tempo todo, como se tivesse uma voz na nossa cabeça dizendo que errar é sinônimo de derrota, e perfeição é o que devemos buscar. É cansativo demais. Mas, essa semana, recebi um dos melhores conselhos da minha vida, e que casa perfeitamente com essa frase da minha escritora favorita. A pessoa que me deu disse mais ou menos assim: "Não se preocupe, você vai errar. E não tem problema. Não estou te cobrando perfeição. Estou te cobrando dedicação, comprometimento e ética. O resto, vem." 

Foi exatamente o que eu precisava ouvir. Não digo que, de uma hora pra outra, vou deixar de cobrar muito de mim mesma. Aliás, nem quero que isso aconteça, afinal, essa é uma das características mais "minha" que eu tenho. Se eu deixar completamente de ser assim, vou deixar de ser Ana Luísa. Mas acho não faz mal tentar ser uma Ana Luísa que tenha menos medo de errar. Que entenda que erro não é derrota, mas sim possibilidade: de tentar de novo, de tentar diferente, de tentar melhor. Preciso entender que, se eu quiser viver tão cautelosamente a ponto de desviar de todas as falhas, estarei tirando a diversão da coisa toda. Afinal, quando você desvia, está tirando a oportunidade de aprender com elas ao concerta-las.

Erros não fazem de você um perdedor. Você é perdedor quando não tenta, ou quando não dá o seu melhor, por medo. Erros fazem de você humano. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário