21 de março de 2016

Como você sabe?


O assunto "amor" é com certeza o tema favorito da maioria dos escritores. Dos escritores em formação então, nem se fala. Anos atrás, eu escrevi um texto tentando explicar como você sabe que está amando alguém. Citei coisas como borboletas no estômago, coração acelerado, riso bobo, não conseguir desviar o olhar da pessoa e querer estar o tempo todo perto dela. 

Não discordo de nada disso, mas hoje, alguns anos mais velha e mais experiente nessa história (mas ainda com muito a aprender), posso afirmar que tudo isso são sinais, não de amor, mas de paixão. Claro, quando você ama alguém, consequentemente também é apaixonado(a) por ela, e todos esses itens se manifestam; mas não necessariamente você é apaixonado pela pessoa e, ao mesmo tempo, a ama. 

Mas então como você sabe que ama alguém?
Nos momentos difíceis. Naquelas brigas que parecem não ter fim, onde vocês disputam por incontáveis horas quem está mais certo, ou menos errado. Naqueles momentos em que parece não haver uma solução para as diferenças. Nas situações em que a pessoa mostra o seu lado mais escuro, seus piores defeitos. 
Afinal, falar "eu te amo" quando está tudo lindo e maravilhoso é fácil; quero ver engolir todo o orgulho e a raiva momentânea para lembrar a pessoa o que você sente, e que tudo vai se resolver porque você não vai desistir. 
Nas pequenas atitudes cotidianas. Quando a pessoa está fazendo as coisas mais banais, e você a admira, e por um momento agradece mais do que em qualquer outro por te-la na sua vida e por conseguir sentir algo tão forte assim. Amar é se apaixonar todos os dias pela mesma pessoa, e por motivos diferentes. 
E na certeza de que a felicidade da pessoa importa tanto quanto a sua. O seu próprio bem-estar deve ser sua prioridade. Mas, quando você ama alguém, a importância do bem-estar dele ou dela se iguala ao seu, porque já não é mais possível para você estar bem se o outro não está. Da mesma forma, pode estar tudo desabando a sua volta, mas se você vê seu amor sorrindo e feliz, tudo parece se ajeitar.

Quando todos esses itens aconteceram naturalmente, sem você precisar força-los ou procura-los... Você vai saber que está amando. E aproveite, porque hoje em dia poucas pessoas conseguem sentir algo tão puro e verdadeiro assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário