6 de abril de 2016

O que eu achei sobre: Batman x Superman!


Antes de tudo, um aviso: se você ainda não assistiu esse filme, NÃO leia esse post! Vocês foram avisados!

Pontos negativos: os dois únicos que posso destacar são os seguintes: achei que, depois de muita briga e pancadaria, os dois heróis ficaram amiguinhos rápidos demais. Bastou o Superman (Henry Cavill) falar o nome da sua mãe que na hora Batman (Ben Affleck) agiu como se não tivesse acabado de quase mata-lo com uma facada de kryptonita! Mas falo isso porque sou uma crítica aos chamados (por mim) “acontecimentos do nada”, sem algo mais elaborado para justificar; ainda mais uma reviravolta tão importante para o filme, em que o homem e o deus se unem contra um mal maior (o monstro criado por Lex Luther) e um bem maior (salvar a mãe do Super Man). 
Além disso, com certeza minha opinião sobre o filme seria melhor ainda se Christian Bale tivesse continuado como o Batman. De acordo com o site Diário de Pernambuco, como o novo filme se passa em um universo totalmente diferente da trilogia do Cavaleiro das Trevas, o diretor Zack Snyder não poderia ter colocado Bale como Batman. E, de acordo com o site Adoro Cinema, o ator já havia afirmado em 2014 que, quando ficou sabendo da escalação de Ben Affleck como Batman, sentiu inveja e ficou "olhando para o nada por cerca de meia hora". Entretanto, durante a recente entrevista, ele contou que nunca voltará ao papel. "É o suficiente. Não tenho mais nada para oferecer. Fizemos a nossa parte", afirmou.
Aff Christian, você era tão perfeito no papel...

Pontos positivos: Apesar da minha crítica prévia, Ben Affleck foi um Batman melhor do que eu esperava. A briga deles é épica, cheia de pancadas e efeitos especiais. A história é extremamente elaborada de forma a justificar a rivalidade entre eles. A Mulher Maravilha (Gal Gadot) é o melhor exemplo the Figh Like a Girl (projeto desenvolvido pela game developer Carolina Porfírio (clique aqui para conhecer a página dela do Facebook), que criou uma série de ilustrações em homenagem às mulheres fortes e guerreiras), deixando todos arrepiados quando ela chega para salvar o Batman de virar churrasco. Lex Luther (Jesse Eisenberg) é meu tipo preferido de vilão: maluco, sarcástico e inteligente. E o final possui aquele famoso gosto de: PELA MOR DE DEUS LANCEM LOGO O PRÓXIMO FILME!

Nenhum comentário:

Postar um comentário