4 de maio de 2016

Indicação de livro: "Relatos de um náufrago"

Para a disciplina "Estética na Comunicação" da faculdade, eu tive que ler esse livro, do escritor colombiano Gabriel Garcia Marquez. E ele merece uma indicação aqui no meu blog por dois motivos: 
1) Porque ele me proporcionou aquela sensação única de quando você não dar nada para algo e esse algo te surpreende! Até agora estou me perguntando como um livro tão curtinho e tão fácil de ser entendido conseguiu prender tanto a minha atenção;
2) E porque ele me fez refletir sobre a minha vida, e tudo o que me promove essa reflexão vale a pena ser divulgado.

"Relatos de um náufrago" não pode ter um resumo mais simples do que esse: ele relata os 10 dias que um marinheiro passou no mar do Caribe em uma balsa após o navio em que estava ter sido atingido por grandes ondas. Mas, da mesma forma, não pode ter uma reflexão mais verdadeira do que essa: quando estamos ao ponto de quase perder nossa vida, nos agarramos a qualquer coisa que nos faça continuar respirando. Porque, no fundo, todos sabemos que, por mais difícil que seja, vale a pena sim viver. Luís Alexandre Velasco chegou muito perto da morte diversas vezes, mas sempre se apegava a qualquer esperança para manter seu coração batendo, e usou literalmente todas as forças de seu corpo para poder chegar em terra firme. As descrições do livro são aquelas que te fazem praticamente sentir o mesmo que o protagonista (eu juro que senti muita sede e fome depois de acaba-lo), e assim, te fazem ver que provavelmente você também lutaria com tudo o que tivesse pra continuar vivo. 

Essa crítica, espero, fez jus ao livro que entrou pra minha lista de recomendados: breve, mas profunda. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário