11 de maio de 2016

Psicologia explica: o que é ser fã?

Hoje, está no ar mais uma seção no blog Reino das Palavras: a "Fã-náticos"! A ideia surgiu nas minhas aulas de Jornalismo Online com a professora Rose Bars, que me orientou na produção dessa primeira matéria, e nas próximas que virão! 

Mas afinal, do que irá se tratar essa seção?

Eu sempre fui muito fã de várias bandas, atores, atrizes, cantores, cantoras e etc, mas nunca fui uma fanática, ou seja, nunca me enquadrei naquela categoria de pessoas que fazem de tudo (mas de tudo mesmo) pra conseguir um contato com seus ídolos! Mas sempre achei fascinante quem teve essas oportunidades de mostrar todo o seu amor e admiração por alguém, e assim veio a ideia de criar o "fã-náticos": contar histórias de pessoas que conseguiram, através de loucuras e diversas manobras, a atenção dos seus ídolos, nem que fosse por alguns minutos! 

Mas antes de começarmos com a primeira história, uma pergunta: vocês sabem o que leva uma pessoa a tornar-se fã de alguém? E até que ponto ser fã é algo saudável?

psicóloga Michele Cassiano da Silva, formada pela UNESP de Bauru e especialista em terapia comportamental, explica que a história de vida de cada pessoa vai influenciar na escolha daquilo que ela vai admirar e seguir. Além disso, a diferença entre "fãs saudáveis" e "fãs não-saudáveis" é o fato de que, no segundo caso, a paixão excessiva acaba atrapalhando a vida da pessoa em outras áreas. "Pode ser, por exemplo, uma pessoa que tenha dificuldade social e que tenderá a ficar obcecado por algo que ela goste. É como se todas as expectativas, tudo que tem de interessante ficasse focado num eixo só", explica a psicóloga. "Quanto mais ela gosta de um determinado ídolo, mais ela se afasta de outros grupos de outras atividades. No sentido de que isso pode atrapalhar o relacionamento interpessoal e até a vida profissional, deixa de ser algo benéfico e voltado para o lazer, algo saudável, e passa a ser algo preocupante".  

Quer entender melhor essa questão? Então dá play no vídeo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário