24 de agosto de 2016

Dicas: como se preparar para a Bienal do Livro


Eu sonho em ir na Bienal do Livro desde que eu soube da existência desse evento. Apesar de algumas críticas relacionadas a ser um evento muito voltado para a área comercial, estar em um local repleto de livros, escritores e amantes da literatura sobressai a qualquer outra coisa. Por isso, logo que foi anunciada a abertura da venda dos ingressos, eu comprei para mim e para o meu namorado. Mais precisamente, em maio. Ou seja: fazem quase três meses que eu estou tentando controlar a minha ansiedade e contando os dias para finalmente conhecer a Bienal. 


O frio na barriga só foi aumentando conforme eu entrava no site e via quais escritores estariam presentes. Maurício de Souza, Ziraldo e Thalita Rebouças são alguns dos nomes responsáveis pelo meu gosto pela leitura e que eu terei a chance, se Deus quiser, de ver em carne e osso. 


Mas, por causa da Bienal, eu também quebrei uma das minhas promessas: que eu nunca compraria um livro de youtuber. Eu tenho o livro da Karol Pinheiro porque adoro os textos dela e porque ela é jornalista, mas eu jurava que jamais gastaria meu dinheiro com algo que eu sou completamente contra. Mas é aquela história: nunca diga nunca. O fato é que eu adoro o trabalho da Taciele Alcolea (COMO YOUTUBER, que fique bem claro) e não podia perder a oportunidade de ve-la pessoalmente. Então, sim Brasil, eu comprei o livro dela para a sessão de autógrafos. Me julguem/ 

Desabafos e considerações feitas, como toda boa ansiosa eu me preparei bastante para esse evento, e gostaria de compartilhar isso com vocês, caso também estejam pensando em ir. Se tudo vai acontecer como eu planejei? Claro que não. Mas organizar as coisas me deixa mais calma, mesmo que tudo possa mudar. Então, vamos lá. 

1) Dar uma primeira olhada no site e marcar com favorito as atrações preferidas
O site da Bienal é um pouco confuso e lento. Mas vale a pena fazer um cadastro, porque assim você recebe e-mails de novidades e pode marcar com uma estrelinha os lugares que você quer ir. 

A dica aqui é passear pelo menu Minha Agenda > Atrações para poder ver os escritores que vão estar nos estandes das empresas. Também vale olhar o menu Programação para ver leituras, palestras e quais sessões de autógrafos ainda possuem senha.

2) Escolher os dias que você vai
Olhar a programação te ajuda a escolher quais dias você vai querer visitar a Bienal. Eu comprei para o final de semana, e acabai escolhendo o do dia 27 e 28 de agosto. 

3) Ficar de olho nas sessões de autógrafos
Os estandes das empresas promovem sessões de autógrafos fora das Arenas de Autógrafos, e cada um possui uma regra diferente para retirada das senhas. Fique de olho na quantidade e, principalmente, a partir de qual horário elas estarão disponíveis!

4) Anotar os horários 
Monte sua agenda em uma folha de papel (ou no seu celular) e não esqueça de levar no dia para não esquecer nenhum evento. Isso também te ajuda a ter uma noção do horário que você vai precisar chegar, quando vai poder parar para almoçar e jantar e que horas mais ou menos vai embora. 

5) Dar uma olhada no mapa do evento

A planta está disponível no site da Bienal e vai te ajudar a saber para onde ir primeiro, e como chegar nos outros lugares. Minha dica é imprimir e marcar com grifa texto os estandes e os lugares que você pretende ir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário