26 de agosto de 2016

Fugas

Me encanta tudo o que me oferece uma fuga da realidade.
Cinema. Cinema sempre me encantou. Você entrar em uma sala enorme e ser engolido(a) pelas imagens que passam na tela a sua frente, ser completamente tomado pelos sons e sensações e, por algumas horas, esquecer que existe uma vida lá fora, cheia de problemas... É incrível. 
Livros. Ah, livros... Palavras que te fazem viver a história contida nas páginas como se você fosse o protagonista ou mesmo apenas alguém observando. A magia de entrar em um mundo fictício e deixar o mundo real de lado por um tempo. 
Pessoas. Pessoas que te envolvem de uma forma na conversa que te fazem esquecer das dores que estão incomodando seu coração. Ou te abraçam e te fazem dar risada de um jeito que por alguns minutos você nem se lembra que as coisas estão difíceis. 
Aulas. Sim, aulas da escola, da faculdade ou de uma palestra. Aquelas em que o professor ou palestrante é tão inteligente e/ou sábio e tem tanto para te passar que você começa a colocar a sua cabeça para funcionar para entender o que está sendo explicado, desligando-se completamente das outras questões existenciais. 
Dormir. Ao final de um dia ruim, a nossa cama, cobertor e travesseiro estão sempre a nossa espera, oferecendo refúgio de algumas horas para os desafios que nos cercam e descanso para a nossa cabeça e, principalmente, para o nosso coração. 

Afinal, às vezes tudo o que a gente precisa é não estar aqui. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário