18 de janeiro de 2017

Dicas de Portugal: parte 1

Se você me acompanha no Instagram sabe que eu fui conhecer Portugal no começo desse ano. Foi a minha primeira vez viajando pra Europa, e só posso dizer que voltei pro Brasil completamente apaixonada por tudo o que a terra dos meus antepassados me proporcionou. Os detalhes das construções antigas, a atmosfera histórica e a simpatia do povo português tornou a despedida muito, mas muito difícil mesmo. E agora eu só torço por uma próxima oportunidade de visitar novamente esse país tão pequeno, mas tão cheio de preciosidades. 

O meu caso de amor com Portugal foi tão lindo que eu decidi traze-lo pro Brasil em forma de uma série de posts, nos quais eu vou contar pra vocês sobre a minha experiência nos principais pontos turísticos de lá e algumas dicas que aprendi. Preparados?

Parte 1 - Conhecendo a encantadora cidade de Porto + Gaia
Em nossa primeira parada, Porto nos recebeu com suas ruas estreitinhas e sua beleza única em cada canto da cidade. 

Yellow Bus: Para conhecer mais sobre a história e os pontos turísticos, pegamos o chamado Yellow Bus. Nesse ônibus, você tem a opção de fazer o roteiro Porto Histórico, que passa por monumentos e construções antigas da cidade, e o roteiro Porto dos Castelos. Logo quando você entrar, não se esqueça de pegar o mapa, no qual você pode ver todas as paradas e decidir se quer descer em alguma delas para explorar; e o foninho de ouvido, que você conecta no banco e pode ouvir uma explicação sobre a história de Porto enquanto o ônibus anda (selecione o número 8 para ouvir em português do Brasil). 

Preços: Na opção que fizemos, chamada Porto Vintage, no qual a passagem é válida por um dia e podemos fazer os dois roteiros que eu falei, o valor é de 13 euros por adulto e 6,5 por criança (4 a 10 anos). 
Esse ônibus nos levou até Gaia, separada de Porto pelo Rio Douro. Paramos no ponto 23, próximo do maravilhoso Cais de Gaia. Qualquer foto fica linda!
Espaço Porto Cruz: Pelo valor que eu citei, está incluso a entrada nesse espaço e prova de vinhos gratuita. Uma delícia, vale a pena experimentar! 


Restaurante Douro Velho: Almoçamos nesse restaurante para ficarmos próximos ao ponto 23 para pegar o ônibus de volta. A comida é excelente, e eu, pessoalmente, recomendo o salmão! Mas existem várias opções. Meu irmão, por exemplo, comeu espaguete! 
Livraria Lello: Voltando para Porto, fomos em um dos lugares que eu mais queria conhecer! A famosa livraria, fundada por José e António Lello, foi inspiração para J.K. Rowling criar a "Floreios e Borrões", onde os pequenos bruxos compravam os livros escolares para Hogwarts. No piso inferior, ficam os livros mais antigos (em português, inglês e espanhol), infanto-juvenil, novidades, poesia e a famosa escadaria carmim. No primeiro piso, ficam os volumes de arquitetura e arte, culinária e turismo, ciências sociais e dicionários, entre outros. 
Preços: Para entrar, precisa pagar três euros. Mas se você comprar qualquer produto, o valor é descontado! Potterheads, visita obrigatória! 



To be continued! 

Um comentário: