25 de maio de 2018

Tudo bem pensar em você primeiro


A moda hoje em dia é reclamar do egoísmo das pessoas. Não julgo e nem condeno, muito pelo contrário: faço parte do time. Contudo, ando pensando a respeito e cheguei a uma conclusão que vai na direção contrária dessa tendência: de vez em quando, tudo bem você ser um pouco egoísta. Pasmem, mas repito: tudo bem.

É preciso pensar na gente para sobreviver no mundo. Isso não significa passar por cima dos outros para conseguir o que quer, muito menos não se importar com quem você ama. Porém, colocar-se em primeiro lugar te faz não se sentir culpado por não quer fazer social e preferir curtir a própria companhia em uma sexta-feira à noite. Você entende que não tem problema nenhum não ser a pessoa mais aberta do mundo durante uma fase difícil, quando suas forças estão concentradas em melhorar a situação. Também é ok não ligar para o que os outros pensam sobre algumas das suas atitudes – quando elas não prejudicam ninguém, é claro.

Falando nisso, pode ser que, nessa de se preocupar um pouco mais com você mesmo(a), você descubra que precisa se afastar de quem não te acrescenta mais nada e está te fazendo mais mal do que bem. O que, é bem possível, vai gerar protestos, mas que não serão suficientes para te fazer mudar de ideia se você tem certeza de que isso é o certo a se fazer.

O que eu quero dizer é: em alguns momentos, ser egoísta, no sentido de dar preferência aos seus sentimentos, é necessário e até saudável. É só assim que você vai conseguir organizar seus pensamentos para ser melhor para as pessoas que estão a sua volta. Contanto que o egoísmo não vire rotina, aqui está a minha benção: usufrua dele sempre que achar que precisa.

2 comentários: